Estrabismo começa no ventre da mãe!

ACM estrabismo
Muitas crianças já nascem estrábicas e os pais se preocupam em levá-las ao oftalmologista o mais rapidamente possível para resolver o problema através de correção com lentes ou mesmo uma cirurgia.
No entanto, há fatores menos evidentes, mas extremamente importantes. O que na verdade acarretou a disfunção nos nervos oculares da criança foi a desarmonia entre seus pais.

É muito comum que o casal muito divergente em opiniões, que não admite erros do parceiro e que vive uma vida emocionalmente estressante, crie um reflexo psicológico no subconsciente do filho que está prestes a nascer.
Pensamentos opostos dos pais provocam uma situação incrivelmente desastrosa, de guerra mesmo, e isso acaba causando o estrabismo na criança, como símbolo das ideias divergentes dos pais.
Mais tarde, esta mesma criança levará consigo muitas indecisões que irão afetá-la.

Normalmente, crianças estrábicas são seres muito sensíveis e tanto podem tornar-se pessoas muito inteligentes, como pessoas revoltadas e propensas a confusões no cotidiano.
É incrível, não é? Mas, a criança no ventre da mãe já percebe, inconscientemente, os problemas que a esperam do lado de fora.
Isso gera certa impotência e revolta, que fazem com que a criança não queira enxergar o que está havendo.
Quanto mais você se aceitar e conduzir sua vida, sem se deixar afetar pelas opiniões dos outros, mais rápido seus olhos voltarão ao normal!

O estrabismo pode surgir bem cedo, nos primeiros meses, e fisicamente está associado a uma deformação de um dos músculos, estando ele longo ou curto demais, ou pode estar ligado a uma disfunção cerebral.
Para a metafísica, o olho que não é ativo reflete um aspecto do eu que deseja se esconder. Quando o problema está no olho direito, está relacionado ao lado racional e, quando está no olho esquerdo, à intuição.

É muito importante que se consiga a visão binocular, tanto física como emocionalmente.
Quando o estrabismo é convergente, há a recusa em ver o que está além de seu próprio mundo.
Quando é divergente, há medo de olhar para o presente, no aqui e agora.

A Acupuntura Coreana nas Mãos (sem agulhas) pode ajudar bastante. As indicações não só estão relacionadas ao estrabismo como também a visão nublada, diminuição da acuidade visual, atrofia do nervo óptico, catarata e outras disfunções.
Seja feliz!
Eu amo você.

VÍDEO AULA GRÁTIS ACM:  Acupuntura Coreana Nas Mãos (Sem Agulhas)

Kaiowa Mara

Olá meu nome é Kaiowa Mara, sou formada em Manopuntura
na Espanha, Acupuntura sistêmica na EBRAMEC (Escola Brasileira de
Medicina Chinesa). Fiz diversas especializações na área da medicina
tradicional Chinesa (Auriculoterapia, Acupuntura estética e Analgesia com acupuntura). Atualmente ministro cursos presenciais em algumas cidades do Brasil e cursos on-line de “ACM” Acupuntura Coreana nas Mãos, sem a necessidade de agulhas.

Website: https://www.facebook.com/acupunturasemagulhanamao/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *